5 de dezembro de 2013

Segundo site, Rogério Ceni deve ser comentarista da Globo na Copa do Mundo

O goleiro Rogério Ceni deve anunciar até o final desta semana se irá se aposentar ou não após o término do Campeonato Brasileiro, cuja última rodada acontece justamente no próximo domingo. Ainda com o futuro indefinido, o capitão e ídolo são-paulino pode ser um dos comentaristas da TV Globo durante a Copa do Mundo. A informação é do site "TV Esporte Blog".

De acordo com o site, o camisa 01 do Tricolor esteve na última segunda-feira na emissora com papeis na mão e entrou em uma sala da direção. Não se sabe se ele pode ser um comentarista de um programa de debates ou se comentará os jogos ao vivo. 

Rogério Ceni já estava decidido a se aposentar no final do ano. Por precaução, matriculou as duas filhas em escolas de São Paulo e Miami (EUA), local em que também possui residência. Contudo, pessoas que convivem no dia a dia com o jogador acreditam na permanência do camisa 01.

Na última segunda-feira, o presidente Juvenal Juvêncio, no lançamento da candidatura de Carlos Miguel Aidar à presidência do São Paulo em 2014, se mostrou bastante otimista quanto à renovação do Mito.

Fonte: Lance!Net

Com futuro incerto, Aloísio avisa: 'Não é por qualquer proposta que vou sair'

Treino São Paulo Aloísio (Foto: Cassio Barco )O atacante Aloísio espera uma valorização da diretoria para continuar no São Paulo em 2014. Com boas atuações no segundo semestre, o jogador chamou a atenção de clubes do exterior, mas dá preferência para continuar no Tricolor. Apesar do assédio, o Boi Bandido garante que prefere seguir no Morumbi a se aventurar por equipes menores no exterior.

 - Se eu tiver de ir embora, vou feliz. Mas não é por qualquer proposta que vou sair do São Paulo. Prefiro jogar aqui do que em um clube de menor expressão fora do país. Passei por muitas dificuldades na Suíça. Agora, estou passando por um clube grande e espero continuar por bastante tempo - afirmou. 

Depois de defender o Grêmio no início da carreira, o jogador se transferiu para o Chiasso, da Suíça. No retorno ao Brasil, teve de recomeçar, passando por Caxias, Chapecoense e Figueirense, onde se destacou e acabou contrato pelo Tricolor, no final da temporada 2012. 

O Boi Bandido está emprestado ao São Paulo até o fim de junho de 2014. Os direitos dele pertencem ao Tombense, de Minas Gerais, clube usado como base pelo empresário Eduardo Uram. Caso o Tricolor não aceite comprá-lo, Aloísio pode ser negociado com um time da China, o mesmo que tentou contratá-lo no meio do ano. 

Mais do que esperar por uma decisão, o atacante tem de conviver também com a concorrência. A diretoria são-paulina busca novas opções para o setor. Aloísio garante estar tranquilo sobre isso. O jogador marcou 22 gols na temporada, dividindo a artilharia tricolor com Luis Fabiano.

- Sei por vocês (imprensa) que a diretoria está buscando atacantes. No meu ponto de vista, bons jogadores são sempre bem-vindos. O São Paulo sempre precisa de bons jogadores. Faz parte. Esse ano aconteceu várias vezes de falarem de trazer um atacante. Mas, na hora de resolver, quem ajudou foram os caras que estavam aqui.

Fonte: Globo Esporte

4 de dezembro de 2013

Declaração de Antonio Carlos

(Foto: Reprodução / saopaulofc.net)

No Campeonato Brasileiro o São Paulo não almeja mais nenhuma meta, já que estacionou na 9ª posição com 50 pontos, e não tem chances de se classificar para a Libertadores nem ser rebaixado. Contudo, o zagueiro Antonio Carlos garante que a equipe jogará com o mesmo empenho e dedicação na última partida, contra o Coritiba, independente da situação de risco do rival que briga para não cair.

“Não tenho amigos no Coxa (risos). Nós respeitamos, sabemos as dificuldades de uma equipe que está brigando para não cair. Vínhamos sofrendo com isso e conseguimos sair. Temos de fazer nosso trabalho e não temos de ajudar ninguém. Quando entrarmos em campo, vamos respeitar nossa camisa, o clube e a torcida para fazer a melhor partida”, afirmou o defensor, que já atuou pelo rival Atlético-PR.

Antonio Carlos, que se destacou na zaga do Tricolor em 2013, ainda afirmou que: “Não temos nada a ver com o sofrimento de ninguém. Quando nós estávamos lá embaixo, o pessoal vinha jogar aqui para nos derrubar. Se o adversário ganhar, temos de dar parabéns”, acrescentou o zagueiro.

A última partida pelo Campeonato Brasileiro poderá, também, ser o último jogo de Rogério Ceni, que ainda não declarou se renova ou se aposenta. O próprio prometeu noticiar sua decisão antes da partida contra o Coritiba, com isso a expectativa é de que ele seja escalado para a última entrevista coletiva da semana, na sexta ou no sábado. 

3 de dezembro de 2013

Juvenal fala sobre renovação de Rogério Ceni

(Foto: Reprodução / Leandro Moraes)

A indefinição sobre o futuro de Rogério Ceni gera expectativas na torcida e também no presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, que rasgou elogios sobre o profissional que tem no gol, mas garantiu não saber se o capitão renovará seu contrato com o clube.

“Claro que não posso antecipar a renovação ou não. Mas eu diria que tenho esperanças positivas, afirmou o mandatário na noite desta segunda-feira em evento da chapa da situação à presidência em 2014.
(Foto: Divulgação / saopaulofc.net)

Rogério Ceni já declarou que se manifestará somente às vésperas da última partida pelo Campeonato Brasileiro, que se encerrará no próximo domingo (08). Contudo, o presidente Juvenal, que sempre assiste aos treinos no CT da Barra Funda, foi flagrado várias vezes em conversas particulares com o capitão, mas desconversou quando perguntado se o papo era sobre renovação.

“Não falamos disso especificamente. Falamos das coisas do futebol, ressaltou.

Encerrando o assunto, ele explicou que caso o M1TO se aposente, seu substituto será Denis e, desmentiu os rumores sobre o São Paulo ter procurado outro goleiro para a função. E de forma bem extrovertida, característica do JJ, sorriu ao explicar sobre uma agradável surpresa em relação à renovação, dando à entender que já está tudo acertado com Rogério.

"Confio plenamente (no Denis). Já recebi vários nomes de goleiros que eventualmente interessariam ao São Paulo, mas desconhecemos esses interesses. Confio plenamente, mas já senti que vamos ter uma surpresa agradável”, finalizou.



29 de novembro de 2013

Tricolor recebe a visita de dirigente japonês


Durante a reapresentação do elenco são-paulino, na tarde desta quinta-feira (28), no Centro de Treinamento da Barra Funda, o diretor das categorias de base do Jubilo Iwata-JAP, Masato Obata, pôde rever grandes amigos que hoje defendem o Tricolor. O volante Fabrício e o preparador físico Zé Mário, que trabalharam no clube japonês, conversaram e mataram as saudades do dirigente.
"É muito bom poder rever os amigos e ver que estão batalhando para conquistar os seus objetivos. Já visitei o clube outras vezes, como no ano passado, e fiquei encantado com a estrutura do CT. É impressionante ver que o São Paulo está sempre se modernizando", afirmou Obata, que completou.
"O Jubilo tem boa relação com o São Paulo. Alguns atletas que jogaram aqui, como o Carlinhos (Paraíba) e o Rodrigo Souto, já atuaram conosco. Temos um grande laço de amizade com o clube", revelou o diretor. Em 2012, Masato esteve no Brasil e acompanhou a campanha vitoriosa do Tricolor na Copa Sul-Americana. E de acordo com o dirigente japonês, a festa da torcida são-paulina foi inesquecível.
"Estava no Brasil quando o clube foi campeão. Foi lindo ver a festa nas ruas e no Morumbi, que recebeu muitos torcedores e festejaram bastante. Fiquei muito emocionado e encantado com a torcida e com certeza isso ficará por muito tempo marcado na minha memória", finalizou.
Site Oficial SPFC

De olho no Criciúma, elenco se reapresenta normalmente


Após a eliminação na Copa Sul-Americana de 2013, na última quarta-feira (27), na semifinal para a Ponte Preta, o elenco são-paulino se reapresentou na tarde desta quinta-feira (28), no Centro de Treinamento da Barra Funda, e trabalhou de olho no confronto contra o Criciúma, válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.
Sob os cuidados da professora de hidroginástica Roberta Rosas, na piscina, os atletas fizeram atividades regenerativas e exercícios físicos. Titulares e suplentes participaram do treino, que faz parte do cronograma da comissão técnica são-paulina. Nesta sexta-feira (29) e no sábado (30), novamente no CT, o técnico Muricy Ramalho finalizará a preparação do time para a partida contra os catarinenses.
Durante boa parte Campeonato Brasileiro deste ano, o São Paulo lutou para deixar as últimas colocações e evitar o rebaixamento. Ainda assim, o clube reuniu forças para avançar até a semifinal da competição continental e defender o título conquistado na temporada passada. Agora, ocupando a nona colocação após 36 jogos, o Tricolor acumula 50 pontos e vive dias mais tranquilos no torneio.
Pela frente, os comandados de Muricy enfrentarão um clube que luta para se distanciar das últimas colocações. Com 43 pontos, o Criciúma ocupa o 15º lugar e vem de cinco partidas consecutivas sem derrotas (três vitórias e apenas dois empates).
Site Oficial SPFC

Denilson: "As coisas serão diferentes em 2014"


A temporada de 2013 não foi exatamente como o elenco são-paulino desejava. Fora da disputa da Copa Sul-Americana, o Tricolor terá apenas mais dois jogos até o término do ano: Criciúma (fora) e Coritiba (casa), ambos pela reta final do Campeonato Brasileiro. E o volante Denilson, visivelmente chateado com a eliminação no torneio continental, projeta dias melhores em 2014.
"Minha temporada não foi boa. Particularmente, não foi boa. Não vou colocar a desculpa de que operei o joelho, mas não fui bem. Espero voltar no ano que vem e dar o meu melhor. O meu foco é ficar, porque tenho contrato até 2017", afirmou o meio-campista, na tarde desta quinta-feira (28), durante a coletiva de imprensa no Centro de Treinamento da Barra Funda.
Mais tranquilo após deixar o risco de rebaixamento na competição nacional para trás, o São Paulo ocupa nona colocação após 36 jogos, 50 pontos, e segue no meio da tabela. Apesar de poder confirmar matematicamente a permanência do clube na elite do futebol brasileiro já neste final de semana, contra o Criciúma, Denilson não escondeu a sua insatisfação com o rendimento da equipe na temporada.
"E eu saio (do ano) mais triste por estar no São Paulo, que é uma instituição de nome, de Europa, instituição que todos procuram. Fico chateado por isso. Quero esquecer esse ano, apagar, e pensar em 2014 agora. Acredito que as coisas vão ser totalmente diferentes, porque o São Paulo é referência", finalizou o marcador são-paulino.
Site Oficial SPFC

28 de novembro de 2013

Ganso aposta na evolução da equipe em 2014


Durante boa parte do Campeonato Brasileiro deste ano, o São Paulo lutou para deixar as últimas colocações e evitar o rebaixamento. Ainda assim, o clube reuniu forças para avançar até a semifinal da Copa Sul-Americana e defender o título conquistado na temporada passada. E o meio-campista Paulo Henrique Ganso, que representa bem a evolução do Tricolor no segundo semestre, aposta que 2014 será melhor para o time.
"A temporada ficou curta (abaixo do esperado). Precisamos melhorar muito para 2014. Acredito que o planejamento já começou para a temporada que vem. Sempre tem que manter uma base, mas a diretoria e o Muricy vão saber escolher as peças certas e melhorar o São Paulo", avaliou o maestro tricolor, que tem se destacado nos últimos jogos e ditado o ritmo do meio de campo são-paulino.
Na noite desta quarta-feira (27), em Mogi Mirim, o São Paulo jogou melhor, mas não foi o bastante para reverter o placar do primeiro jogo da semifinal. A derrota por 3 a 1, na ida, e o empate no Estádio Romildão, por 1 a 1, decretaram a eliminação do Tricolor, que foi superior durante boa parte do confronto e buscou a vitória.
"A gente até teve força, mas aqueles três gols no Morumbi mataram a partida e dificultaram bastante. O time da Ponte estava bem montado defensivamente e soube fazer o tempo passar. Nós até criamos algumas jogadas, mas não conseguimos finalizar bem", concluiu o camisa 8.
Site Oficial SPFC

"Temos de agradecer, porque a situação era complicadíssima"


O Tricolor não poderá defender o título da Copa Sul-Americana, conquistado no ano passado, mas ainda assim tem motivos para comemorar. E quem afirma isso é o próprio técnico da equipe, Muricy Ramalho, que viu os seus comandados saltarem da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2013 para a briga por uma vaga na Libertadores da América de 2014.
O empate com a Ponte Preta, 1 a 1, na noite desta quarta-feira (27), no Estádio Romildão, decretou a eliminação do clube na semifinal, após derrota na ida (3 a 1), mas não desmotivou o treinador são-paulino. Ao contrário. De acordo com o comandante, a postura e comprometimento dos jogadores foram fundamentais para que o São Paulo reagisse.
"Frustração, não (pela eliminação). Há dois meses ninguém falava nisso aqui (briga por vaga na Libertadores). Só temos de agradecer muito, porque a situação era complicadíssima. Acho que não é uma frustração isso aqui. O ano não foi bom e a gente não merecia tanto, não. Até que fomos longe demais nesta Sul-Americana", avaliou o técnico, logo após o apito final em Mogi Mirim, durante a coletiva de imprensa.
Para avançar até a semifinal da competição continental, o Tricolor deixou para trás Universidad Católica-CHI e Atlético Nacional-COL. No entanto, diante dos campineiros, o revés na partida de ida, no Morumbi, dificultou a vida do atual campeão do torneio, que precisava golear na volta para enfrentar Libertad-PAR ou Lanús na grande decisão.
 "O nosso segundo tempo lá (no Morumbi) não foi bom. E praticamente foi isso que nos eliminou. Hoje, o time foi razoável no primeiro tempo, mas no segundo apertou. A Ponte mereceu, mas com certeza perdemos a decisão em casa", finalizou o treinador são-paulino.
Site Oficial SPFC

Carregando tabela de Central Brasileirão...